Criatividade: 4 coisas que Leonardo da Vinci pode te ensinar

A criatividade é uma das qualidades mais desejadas em profissionais atualmente, o problema é que em alguns casos é complicado trazê-la à tona. Nesses momentos, uma boa ideia é se inspirar em personalidades conhecidas por sua habilidade nessa área. Uma das pessoas mais inspiradoras que você poderá encontrar sobre isso é Leonardo Da Vinci. O mestre italiano tinha muitas habilidades e grandes ideias, mas, além disso, tinha um diferencial: sabia olhar o mundo ao redor dele de uma maneira inovadora. Veja o que ele pode ensinar a você sobre ser criativo:

  1. Curiosidade

Crianças são curiosas por natureza, mas, à medida que crescemos, muito dessa característica se perde. Entretanto, gênios como Da Vinci conseguem manter a curiosidade aguçada por toda a vida. Mantendo essa característica viva em você, será possível se tornar alguém questionador e, em consequência, mais criativo.

  1. Pensamento independente

Diversidade é fundamental para a criatividade e para a inovação. Por isso, é sempre importante buscar pontos de vista diferentes do seu e da convenção estabelecida. Da Vinci nunca se contentava com as convenções da sociedade, sempre ia além, buscando novas perspectivas para um fato já conhecido. Fazendo isso, você se tornará mais experiente e terá mais chances de desenvolver sua própria opinião.

  1. Sentidos apurados 

No mundo profissional isso pode ser traduzido como ouvir bem e ser observador, conselhos simples, mas difíceis de serem cumpridos em um mundo cada vez mais disperso. Embora muitos profissionais tenham dificuldade em desenvolver essa habilidade, é muito simples fazer isso se inspirando em Da Vinci: saiba apreciar as artes. Leia poesias, aprecie boas músicas e belos quadros, etc. Isso vai aguçar seus sentidos e permitir que você aumente seu potencial criativo.

  1. Absorva a incerteza 

A capacidade de projetar confiança frente a situações desconhecidas é fundamental para que você se sinta confortável com a incerteza e deixe as ideias criativas surgirem. Porém, esse é um exercício complexo, porque atualmente o fato de não saber indica um defeito. Se esse é o seu caso, inspire-se em Da Vinci e aceite a dúvida como impulso para uma nova criação e não faça as coisas sempre do mesmo jeito.

Fonte: Universia Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s