5 hábitos de pessoas milionárias que podem ser úteis para você

Normalmente, as pessoas não viram milionárias por acidente. Riqueza aleatória só existe para quem ganha na loteria. As duas opiniões são de Murray Newlands, que atua como empreendedor e investidor nos Estados Unidos.

Newlands afirma que, ao longo de sua trajetória profissional, teve o privilégio de conviver com pessoas absurdamente ricas. Segundo o americano, há práticas que são comuns na rotina da grande maioria deles. Em artigo publicado no site da revista “Inc.”, ele listou alguns deles. Saiba quais são e aplique-as em sua vida:

despertador

1. Acorde cedo
Para Newlands, sair da cama logo cedo é um atributo importante. A razão é simples: ao acordar junto com as galinhas, você tem mais tempo para realizar suas tarefas.

2. Faça exercícios diariamente
Mas pode ser que uma pessoa que acorde cedo sinta sono, certo? Claro. Segundo o especialista, um dos “truques” de empreendedores que se mantêm produtivos o dia todo é apostar em uma rotina diária de exercícios. A atividade física faz com que o corpo fique “mais acordado” durante o dia.

3. Tome riscos calculados
Pessoas ricas odeiam arriscar, assim como qualquer pessoa. Só que eles não têm medo de fazê-lo. Do contrário, fica difícil prosperar. É importante que você ouse – com movimentos calculados, naturalmente. Entenda que o segredo não é ter medo, mas controlá-lo.

4. Faça um almoço de uma hora
Seu chefe (ou seus colaboradores, caso você já tenha aberto sua empresa) é daqueles que almoçam um sanduíche em pleno escritório? Bem, além de não ser saudável, tal hábito não faz muito sucesso entre quem é rico. O raciocínio, de acordo com Newlands é de que, ao perder uma hora almoçando, o profissional descansa e produz mais nas horas subsequentes.

5. Tire um tempinho para estudar
Seus estudos não acabaram quando sua graduação terminou. Nem depois do mestrado e tampouco ao criar um negócio de sucesso. Você precisa estudar. Há sempre tendências surgindo. Por isso, tire um tempinho para se atualizar. Perceba que é possível, durante seu dia de trabalho, fazer exercícios, almoçar bem e ainda estudar. O dia oferece tempo suficiente para tudo isso. O segredo é que você seja produtivo quando necessário, de acordo com Newlands.

Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Anúncios

Como atrair audiência para o site de sua empresa

internet

Você seguiu todos os conselhos, fez um site para a sua empresa de fácil navegação, escrito com clareza e utilizando ferramentas de SEO, mas ainda assim não obteve a audiência esperada?

Ainda que não existam truques infalíveis, Mary Rosenbaum, do site Fox Business, dá algumas dicas de marketing on-line que você pode executar sozinho para aumentar o número de acessos no site de seu empreendimento. Confira:

Alimente o site com conteúdo original constantemente
Quando o site incorpora regularmente novos conteúdos, ele se torna mais atraente para os sistemas de busca e, claro, para os visitantes. Há muitas opções: você pode criar um blog, atualizar o site com notícias, fazer uma newsletter, postar vídeos e fotos.

Além de mostrar a sua especialidade, a criação de novos conteúdos por meio de blogs oferece outra excelente forma de introduzir e reforçar as palavras-chave do seu negócio, aumentando a visibilidade em buscadores. Vídeos e fotografias, em especial, são ímãs para os mecanismos de busca, garantindo melhor posicionamento nas páginas de resultados.

Crie e gerencie links em outras fontes de acesso

Links disponíveis em outros sites que levam à sua página são uma forma de publicidade gratuita. Existem alguns meios de aumentar o número de links distribuídos pela a web. Veja algumas sugestões dadas por Mary:

Estimule seus clientes a comentar sobre sua empresa nos sites especializados em avaliações de estabelecimentos. Eles fazem um trabalho duplo. Além de angariar novos acessos, as críticas positivas poderão criar um ótimo boca a boca online.

Promova seu novo post, vídeo ou newsletter em uma mídia social como Twitter, Facebook e LinkedIn. O Pinterest pode ser usado com ênfase no visual: é uma ótima oportunidade de postar vídeos e fotos.

Identifique blogs relacionados com o nicho de sua marca nos quais você pode publicar artigos como convidado. Ofereça a outros blogueiros a oportunidade de escrever no blog da sua empresa. Com isso, você consegue outro modo de exposição a novos seguidores. Mas tome cuidado: certifique-se de que esses convidados agreguem valor ao conteúdo e à sua marca.

Poste comentários em outros blogs e grupos do LinkedIn. Faça também críticas a livros e produtos que são relacionados com a sua marca em sites de vendas e livrarias. Na maioria das vezes, sua assinatura incluirá seu endereço virtual. Isso aumentará sua visibilidade em pesquisas e sua assinatura poderá conduzir novos internautas a seu site.

Desenvolva uma estratégia que seja consistente com a sua marca
Qualquer que seja a estratégia que você decida usar para aumentar a visibilidade de seu site, certifique-se de que ela se encaixa no que promete entregar. Visitantes se tornam embaixadores da sua marca quando sentem coerência e confiabilidade entre o conteúdo e o seu produto ou serviço. Só então eles se passarão de visitantes a clientes.

5 erros comuns no dia a dia do empreendedor

Empreender é algo fascinante, porém exige muita dedicação. Criar uma empresa de sucesso não é da noite para o dia: exige tempo, empenho e coragem para assumir, enfrentar e corrigir os erros. Essa lista mostra algumas dicas de erros comuns no dia a dia dos empreendedores e que são fáceis de serem resolvidos:

1. Não se preparar para imprevistos

Não importa o quão estável for o seu negócio, tudo pode mudar. A vida, a economia e os negócios são imprevisíveis. É durante emergências não imaginadas que o seu negócio pode afundar ou sobreviver. Muitas empresas vão à falência por estarem despreparadas para momentos difíceis. Então, tenha um planejamento: pense em reservas de caixa para despesas urgentes, crie um esboço de funcionamento de crise caso as coisas deem errado. Prepare sempre sua equipe para todo o tipo de situação. Sempre espere o melhor, mas se planeje para o pior.

2. Botar em prática o que você acha que funciona

É perigoso você basear as decisões da sua empresa apenas em “achismos”. Não necessariamente algo que deu certo em uma empresa concorrente também vai dar certo na sua. Para entender os consumidores é preciso muita pesquisa e testes. Não siga o senso comum ou apenas confie na sua intuição. Seus consumidores podem ser muito diferentes do que você pensa. Testar e apurar antes de investir é essencial para não cometer erros graves para o crescimento da empresa.

3. Tentar fazer tudo sozinho

É natural que você tenha o desejo de controlar toda a sua empresa. Principalmente se você for perfeccionista. Isso é um erro, pois você acaba perdendo muito tempo em pequenas tarefas e detalhes. Empreendedores devem focar seu tempo em estratégias para melhorar a empresa. Pequenas tarefas podem ser delegadas aos seus funcionários, sócios ou pessoas que trabalham em conjunto. Você não deve deixar de também participar de algumas tarefas menores. Mas lembre-se: pegue apenas uma por vez.

4. Parar de estudar estudo empreender

Nunca pare aprender. Há uma razão: o empreendedor nunca saberá tudo sobre negócios. Uma das razões do fracasso é deixar de estudar novas estratégias e tendências. O famoso empreendedor Brendon Burchard disse certa vez: “Um especialista é antes de tudo um estudante”. Continue acrescentando no seu conhecimento, mas não peque pelo excesso de informação. Estude apenas as melhores práticas e as coloque em teste no dia a dia para verificar se funcionam na sua empresa.

 

5. Colocar o foco em coisas erradas

As tecnologias são poderosas, mas podem te distrair negativamente. Com a internet você pode ter um acesso infinito à informação se estiver focado corretamente. Coloque sua dedicação em estratégias capazes de melhorar a sua empresa. Não se distraia com aquilo que não acrescenta em nada. Ninguém é perfeito. Todo ser humano comete erros. Aprenda com eles e não desista com as dificuldades.

Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Mulheres elevam escolaridade do empreendedorismo brasileiro

empreendedora

A participação das mulheres no empreendedorismo brasileiro tem elevado o índice de escolaridade dos donos de pequenos negócios. De acordo com o Anuário das Mulheres Empreendedoras e Trabalhadoras em Micro e Pequenas Empresas, elaborado pelo Sebrae em parceria com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), 55% das donas de pequenos negócios tinham, pelo menos, iniciadoo Ensino Médio. Já entre os homens, esse percentual é de 38,5%.

A publicação ainda revela que, na última década, tanto homens quanto mulheres apresentaram aumento na proporção de pessoas com, no mínimo, o início do Ensino Médio, mas que as mulheres investiram mais tempo nos estudos. Há uma década, 39,3% das mulheres tinham, pelo menos, o Ensino Médio. Entre os homens, esse valor era de 26,4%. “Enquanto a quantidade de mulheres que possui pelo menos o Ensino Médio cresceu quase 16 pontos percentuais em dez anos, a dos homens cresceu 12 pontos percentuais”, destaca o presidente do Sebrae, Luiz Barretto.

Na média geral, o aumento dos anos de estudo de homens e mulheres empreendedores promoveu, na última década, um crescimento de 14 pontos percentuais. “As mulheres, que já tinham maior escolaridade, continuaram investindo na educação durante esse período, o que acabou elevando a média geral de escolaridade dos donos de negócios no país”, analisa Barretto.

As empresárias também procuram mais o curso superior. Atualmente, 18,6% delas já, pelo menos, iniciaram uma faculdade. Entre os homens, esse percentual cai para 12,1%. “As mulheres investem mais na educação, o que é muito positivo para a qualidade do empreendedorismo. Quanto mais o empreendedor se capacita, mais chance de sucesso tem”, afirma o presidente do Sebrae, Luiz  Barretto.

“Esse aumento da escolaridade é elemento fundamental para o incremento da produtividade e peça-chave para o crescimento econômico”, acrescenta o diretor-técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio. “E para as mulheres, especialmente, é muito importante, pois em longo e médio prazo tende a ser revertido em melhoria salarial”.

O estudo revelou ainda o crescimento da participação das mulheres no empreendedorismo,. “Elas ainda são minoria no comando das empresas, mas cada vez ganham mais espaço. Em uma década, a presença de mulheres no comando de micro e pequenas empresas cresceu em 25 estados. Dos homens, em 18 estados”, revela o presidente do Sebrae, Luiz Barretto. A maior proporção de empreendedoras está na região Sudeste, onde 32% das empresas são lideradas por mulheres. Com exceção da região Norte, nas outras quatro regiões brasileiras elas ampliaram a participação no empreendedorismo.

Fonte: Sebrae

3 formas para tornar sua segunda-feira mais produtiva

business

Uma pesquisa da Accountemps, empresa americana de contabilidade e finanças, revelou que para 39% dos diretores de recursos humanos a terça-feira é o melhor dia para seus funcionários. Logo em seguida, o que pode ser uma surpresa para boa parte das pessoas, estão as segundas-feiras (24%). Depois disso aparecem quartas, quintas e sextas.

Em geral, as pessoas não costumam gostar muito das sextas-feiras, dia conhecido pela procrastinação antes do fim de semana. Isso não significa, porém, que as segundas precisam ser um dia devagar para voltar à rotina de trabalho. Abaixo estão três dicas do site da revista Fast Company para tornar o primeiro dia útil da semana mais produtivo.

1. Use o potencial do dia
Pode não parecer, mas a energia de qualquer funcionário sempre está em seu maior nível no começo do dia e também no início da semana. O problema é que muitos deles desperdiçam esse potencial com reuniões, principalmente porque a segunda é tida como um dia para começar novos projetos e atividades. Portanto, deixe as reuniões para o período da tarde ou para o meio da semana e aproveite a energia para adiantar seu trabalho.

2. Volte a aproveitar suas quintas e sextas
Use a segunda-feira para planejar melhor a segunda parte da semana e procrastinar menos. Aproveitar melhor os últimos dias evita que as coisas não sejam empurradas para a semana seguinte.

3. Segunda não precisa ser um dia de retrospectiva
As segundas-feiras também são tidas como dias de retrospectiva do que foi feito na semana anterior e de planejamento para os dias seguintes. Esqueça isso e use parte do tempo da sua sexta para planejar como será sua segunda: passe o fim de semana tranquilo sabendo que já determinou um cronograma para aproveitar ao máximo o tempo do primeiro dia.

Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Nobre Demolidora: sustentabilidade em cada obra realizada

nobre demolidora sustentabilidade

Preocupada com o meio ambiente desde o início das atividades e que não descarta nenhum material retirado em suas obras. Assim pode ser definida a Nobre Demolidora, empresa do setor da construção civil, com atuação nas áreas de demolição, desmonte de estrutura, terraplanagem e escavações.

“A demolição sustentável é o diferencial da Nobre Demolidora. Nosso trabalho envolve muito mais do que o processo da demolição em si. Buscamos preservar os materiais de construção para serem reaproveitados. Todos os materiais são tratados e revendidos em nosso depósito”, declara a empresária Eliane Nóbrega.

Aproximadamente 80% dos materiais provenientes da demolição são reciclados e transformados em matéria-prima. Somente em 2014, a empresa reciclou perto de 1,5 mil toneladas de materiais como ferro, metal e aço, além de outras 500 toneladas de vidros e plástico.

Para completar, toda a madeira é recuperada, transformada em novos produtos (portas, móveis, etc.) e revendida no próprio depósito da empresa. No ano passado, por exemplo, retirou 1,8 mil toneladas em suas obras. A ‘transformação’ ocorre em um galpão da própria empresa de 300 m² localizado no município de Cotia (SP).

“Esse reaproveitamento proporciona aos clientes, por exemplo, um grande desconto em sua demolição. Fazemos a nossa parte cuidando do meio ambiente e retornando os materiais para a construção civil “, completa a diretora da Nobre Demolidora.

Como reflexo dessa atuação, a empresa dirigida por Eliane Nóbrega recebeu o Selo Verde categoria Ouro, que demonstra que a empresa está de acordo com as normas e políticas públicas de preservação ao meio ambiente. O envolvimento com o tema meio ambiente, aliás, vai muito além das obras realizadas.

A Nobre Demolidora dispõe de uma página no Facebook denominada Nobres Atitudes. Trata-se de um espaço que tem como objetivo conscientizar a população sobre a importância da reciclagem e da sustentabilidade. “O tema meio ambiente está no DNA da nossa empresa”, acrescentou a empresária.

Sobre a Nobre Demolidora

A Nobre Demolidora tem como público-alvo obras de pequeno, médio e grande porte, que incluem indústrias dos mais diversos segmentos da economia nacional, shoppings centers e residências, entre outros. Obras realizadas no Memorial da América Latina e na Copersucar Porto de Santos estão como destaques em seu portfólio.

Atualmente, a empresa da construção civil possui a matriz na capital paulista e a outra unidade no Rio de Janeiro, inaugurada no ano passado. Conta com 50 profissionais diretos e indiretos. Aliás, todos são capacitados regularmente. A Nobre Demolidora não poupa investimentos para qualificar seus colaboradores sobre os mais diversos tema: de responsabilidade ambiental à segurança no trabalho.

15 ideias de negócios para montar em casa

Muita gente deseja trabalhar em casa. Se esse é o seu plano, conheça, abaixo, 15 ideias para se inspirar e trocar o escritório pelo home office. Nenhuma destas atividades exige curso superior e as competências para trabalhar com elas podem ser desenvolvidas em cursos profissionalizantes. Conheça:

1. Fotógrafo comercial
Mesmo com a popularização da fotografia digital, existe a procura por serviços profissionais nessa área, seja para a cobertura de um evento, de uma festa, fotografia publicitária (de produtos), editorial de moda, um ensaio fotográfico ou produção de um book.

2. Ilustrador
Muitos ilustradores trabalham em casa como freelancers. O trabalho pode ser realizado para ilustrar livros, apostilas, convites, caricaturas em festas, etc.

3. Estilista
O profissional da moda que trabalha com estilismo pode desenvolver suas coleções e peças a partir de um escritório em casa. Pode tanto trabalhar com marca própria e clientes próprios ou como consultor/profissional contratado por uma empresa do segmento.

4. Desenvolvedor de apps e jogos para celular
Esta é uma carreira relativamente nova mas que conta com amplo mercado para atuação. A partir de conhecimentos na área de programação e desenvolvimento, o profissional poderá trabalhar como freelancer ou contratado de alguma empresa especializada no serviço de criação de aplicativos e jogos para celular.

5. Projetista (Cadista)
Cadista é o profissional experiente em CAD, que é um programa de computador utilizado para desenvolver projetos, produtos e instalações. Escritórios de arquitetura contratam cadistas em home office para detalhar seus projetos. Para ser cadista não é preciso ser arquiteto ou engenheiro.

6. Professor particular
Quem possui conhecimentos específicos em alguma matéria pode dar aulas particulares em casa ou pela internet.

buffet

7. Organizador de eventos/festas
Inclui organização, pesquisa, contratação de serviços e acompanhamento de eventos ou festas. O organizador é responsável por administrar as demandas de um evento como flores e decoração, aluguel de salão, contratação de banda, buffet, etc.

8. Restaurador (instrumentos musicais, livros, fotos, documentos)
Conhecedores das técnicas de restauro contam com um mercado interessante para atuação. Muitos órgãos governamentais, ONG’s e até mesmo pessoa física têm requisitado o serviço de restauro de instrumentos musicais, documentos, fotos de família (utilizando o Photoshop), obras de arte, pinturas, livros, etc.

9. Hairstylist (cabeleireiro)
Muitos cabeleireiros famosos começaram assim, geralmente no salão ou barbearia do pai ou da mãe. Mesmo tendo aprendido o ofício com alguém, é fundamental fazer um curso na área para aprimorar as técnicas. Para início de carreira em casa, é possível começar pelo mais simples, como lavagem dos cabelos, corte e escova.

10. Serviços de day-care (crianças ou idosos)
O serviço pode ser pago por hora ou mensalmente e busca auxiliar os pais que precisam trabalhar ou resolver pendências fora de casa e não têm com quem deixar seus filhos. É preciso desenvolver atividades educativas e recreativas de acordo com a idade, além de capacitação para cuidados com criança ou idoso. Consulte a legislação municipal da sua cidade sobre como proceder neste caso.

11. Empresa de mudanças/carreto
Muitos proprietários de caminhonetes e pequenos caminhões passam a prestar este serviço para complementar a renda. O valor é por frete, de acordo com a distância, e é comum cobrar uma taxa extra caso necessite carregadores para o serviço.

12. Organizador profissional
Pessoas que têm facilidade em organizar roupas, documentos e objetos, podem trabalhar como organizadores profissionais. O serviço ocorre na casa ou escritório do cliente, mas você pode administrá-lo de casa.

13. Guia de turismo
Se você é bem informado sobre sua cidade ou bairro (com apelo turístico), está sempre em busca de novas informações e conhecimentos e gosta de interagir com pessoas, tornar-se um guia de turismo pode ser uma boa opção. É muito importante saber falar inglês e ter acesso às informações corretas para repassar aos turistas.

14. Aluguel de bicicletas
Seja voltado para o turista ou para o morador da sua cidade, o aluguel de bikes é um negócio relativamente novo e que tem crescido a cada ano. Neste negócio, é possível alugar bicicletas para adultos e crianças, capacetes, cadeirinhas, luz noturna, etc. Também é comum o agendamento de passeios de bicicleta pela cidade ou arredores, conhecido como cicloturismo.

15. Vendedor online
O vendedor online pode utilizar meios como sites, redes sociais e e-mail para realizar vendas de um determinado produto ou serviço e ser comissionado por isso. Geralmente as porcentagens de comissão não são muito altas, porém, se o vendedor alcançar boas vendas, consegue realizar um bom lucro pelo volume de negócios fechado.

Vale lembrar que é importante estar sempre atualizado com relação à atividade escolhida. Pesquise seu mercado, quais os concorrentes locais e como as pessoas de outros países montaram seu negócio. E é sempre bom aprender mais sobre assuntos complementares à atividade que você vai exercer, como marketing, finanças básicas, empreendedorismo, etc. E, finalmente, buscar informações sobre como trabalhar em casa com mais organização e produtividade.

Fonte: extraído do livro “130 ideias de negócios para montar em casa”, de Marina e André Brik

10 e-books gratuitos para empreendedores

booksTrês dos quatro maiores desafios dos empreendedores estão ligados a falta de conhecimento em gestão de negócios. Para melhorar esse cenário, a Endeavor lança gratuitamente, em seu portal, o décimo e-book de uma série que aborda áreas essenciais como marketing, vendas, finanças, gente e gestão, estratégia e crescimento. Em oito meses desde o primeiro lançamento, mais de 100 mil empreendedores já fizeram download dos arquivos online.

Para que o empreendedor adquira uma visão ampla sobre o seu negócio, os e-books oferecem suporte teórico e abordam conteúdos com linguagem simples e prática, compartilhando lições e dicas de grandes mentores e especialistas em cada assunto. Além disso, os conteúdos reunidos foram produzidos em parceria com organizações de referência como EY, Google e Catho.

“Empreender exige uma busca constante por capacitação. E, nos estudos que lançamos recentemente, percebemos que há muita vontade mas pouco preparo”, comenta Juliano Seabra, diretor-geral da Endeavor Brasil.

Confira a lista abaixo e não deixe de baixar os mais interessantes para a sua jornada atual:

1. Como Crescer (em cooperação com a EY)

2. Negócios Legais Crescem Mais Rápido (em parceria com BM&A Tax)

3. 5 Conselhos Para Se Tornar Um Empreendedor de Alto Impacto

4. A Magia das Métricas no Marketing (em parceria com Peter Rosenwald)

5. Marketing Digital Para Empreendedores (em parceria com Resultados Digitais)

6. Cloud Computing Na Prática – Como levar sua empresa para as nuvens (em parceria com Google Apps for Business)

7. Financie Seu Sonho: Guia Endeavor de Acesso a Capital

8. Recrutar é Um Talento (em parceria com Catho Empresas)

9. 5 Passos Para Construir Uma Grande Equipe

10. Como Construir a Identidade da Sua Empresa (em parceria com Daniel Castello)

Fonte: Pequenas Empresas & Grandes Negócios

Pensamento do dia: “O Cego Na Calçada”

Era uma vez um cego sentado na calçada. Essa calçada não era uma calçada qualquer.
Era em Paris!
Aos pés dele havia um boné vazio e uma tabuleta onde estava escrito:
“Por favor, ajude-me, sou cego”.

Um publicitário, da área de criação, que passava em frente a ele, parou e viu umas poucas moedas no boné. Sem pedir licença, pegou o cartaz, virou-o, pegou o giz e escreveu outro anúncio.
Voltou a colocar o pedaço de madeira aos pés do cego e foi embora.
Pela tarde, o publicitário voltou a passar em frente ao cego que pedia esmola. Agora, o seu boné estava cheio de notas e moedas.
O cego reconheceu as pisadas e lhe perguntou se havia sido ele quem re-escreveu seu cartaz, sobretudo querendo saber o que havia escrito ali.

O publicitário respondeu:
“nada que não esteja de acordo com o seu anúncio, mas com outras palavras”.
Sorriu e continuou seu caminho.

O cego nunca soube, mas seu novo cartaz dizia:
“É primavera em Paris, mas eu não posso vê-la”.
E essa frase tocou a alma dos que por ali passavam…

Moral da história:
Mudar a estratégia quando nada nos acontece pode trazer novas perspectivas.
É preciso saber qual é a forma certa de nos comunicarmos…
Em vez de simplesmente falar, que tal escolher a melhor mensagem, aquela que vai tocar ao coração?

money