Mulheres de Negócios: histórias que inspiram

Nove mulheres, nove diferentes estados do Brasil, nove histórias distintas. Em comum, a garra, a superação e a constante busca por capacitação e melhoria dos negócios. O Sebrae anunciou e premiou, na quinta-feira passada, as vencedoras nacionais do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, uma  iniciativa que, há 11 anos, reconhece histórias de mulheres de sucesso, ajudando a promover o empreendedorismo feminino no país.

A dona de uma livraria na capital de Alagoas, uma produtora de morangos do Distrito Federal e uma artesã de um município turístico de Goiás ganharam o troféu ouro nas categorias Pequenos Negócios, Produtora Rural e Microempreendedora Individual (MEI). Como prêmio, além do troféu e do selo de ganhadora nacional, elas serão contempladas com uma viagem internacional para algum centro referência em empreendedorismo.

O Prêmio Sebrae Mulher de Negócios é realizado em parceria com a Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República e a Federação das Associações de Mulheres de Negócios Profissionais do Brasil (BPW), com apoio técnico da Fundação Nacional da Qualidade (FNQ), o que contribuiu para a criação de critérios de gestão que avaliam os negócios apresentados.

Entre os benefícios pela participação na iniciativa, as empreendedoras recebem um diagnóstico da empresa, com base nos fundamentos do Modelo de Excelência da Gestão® (MEG), disseminado pela FNQ, permitindo um desenvolvimento do negócio.

Para o presidente do Sebrae, Luiz Barretto, o prêmio é uma forma de reconhecer o trabalho de mulheres que tiveram a atitude de iniciar uma empresa superando todas as adversidades e o preconceito. “E, mais do que isso, tiveram o compromisso de levar essa empresa adiante, com uma gestão profissional e competente. Essas empreendedoras, com seus exemplos, servem de estímulo para outras tantas mulheres que sonham em abrir uma empresa, mudar de vida e transformar a realidade de suas famílias e da sua comunidade”, ressalta Barretto.

É o caso da vencedora do Troféu Ouro, na categoria MEI. Milena Curado de Barros, 40 anos, aprendeu a bordar aos 8 anos com a avó materna e nunca imaginou que, 30 anos depois, essa seria a atividade que garantiria sua renda e a de outras 25 pessoas. Dos bordados ensinados por vovó Wanda, surgiram peças de vestuário e decoração criados pela empreendedora, que, desde 2007, é proprietária de uma loja em Goiás Velho, município turístico a 142 quilômetros de Goiânia.

Oportunidade

Mais do que uma marca de artesanato, a Cabocla Criações é também um projeto social. Quem borda as peças produzidas por ela são 18 detentos da unidade prisional da cidade, além de um egresso do sistema prisional e a família dele (pai, mãe e esposa). “No começo, minha mãe e minha avó me ajudavam. Mas, um ano depois, veio a necessidade de aumentar a produção e realizamos oficinas de bordado para as detentas da unidade prisional que passaram a ganhar por produção e redução da pena com o trabalho (três dias de trabalho equivalem a um dia a menos na reclusão)”, conta. “Aos poucos, os bordados chegaram à ala masculina da cadeia. “Resolvi que o meu trabalho não iria contribuir apenas com o sustento da minha família”, completa.

Sheila Diab Maluf, 58 anos, abandonou o emprego para empreender e traçou uma trajetória de sucesso que a levou a conquistar o Troféu Ouro na Categoria Pequenos Negócios. A Viva Editora e Livraria, em Maceió, já nasceu com um conceito inovador, promovendo, além da venda de livros, eventos culturais e oferecendo serviços de editora. Assim, o pequeno negócio comemora bons resultados alcançados com pouco mais de dois anos de funcionamento.

A livraria tem mais de oito mil títulos à venda e a editora já editou cerca de 60 títulos. Sheila faz questão de atender aos clientes pessoalmente e, sendo ela própria uma devoradora de livros, oferece gratuitamente uma assessoria na hora da compra. “Fui atrás de um nicho de mercado e deu certo. Fiquei noites sem dormir tendo, inclusive, que acompanhar obra na madrugada. Eu não tinha experiência empresarial nenhuma, mas fiz das dificuldades oportunidades de aprendizado”, afirma.

Aos 45 anos, Noilde Maria de Jesus ganhou o Troféu Ouro na categoria Produtora Rural com um histórico de muito aprendizado e superação. Há seis anos ela é proprietária da chácara Renascer, em um assentamento na região administrativa de Brazlândia (DF) e, neste período, passou do plantio de 5 mil pés de morangos para 40 mil pés da fruta. O fator-chave que proporcionou essa evolução de resultados foi o planejamento, afirma Noilde. “Antes eu plantava sem muita noção. Hoje eu sei o custo de sementes, de adubo, e já sei a quantidade de produto que vou ter para vender”, acrescenta.

Noilde precisou se empenhar muito para aliar a capacitação, decisiva para lidar melhor com os desafios da propriedade rural, e a vida familiar. Separada e mãe de nove filhos, com idades entre 5 e 25 anos, Noilde trabalhava para outros produtores rurais antes de conquistar seu pedaço de terra. Hoje, ela conta com a ajuda de um funcionário para a colheita da produção e dos filhos. Seu sonho, agora, é investir em produtos orgânicos e ter uma agroindústria.

Além das três vencedoras do Troféu Ouro, outras seis empreendedoras foram agraciadas com os troféus prata e bronze nas três categorias. O prêmio delas será uma viagem para capacitação em território nacional. As inscrições para a edição de 2015 do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios começam em 8 de março e seguem até o final de julho por meio do site http://www.mulherdenegocios.sebrae.com.br/. Podem se candidatar empreendedoras com mais de um ano de atividade fiscal, idade acima de 18 anos e que não ultrapassem o faturamento anual de R$ 3,6 milhões. As ganhadoras estaduais do prêmio só podem concorrer novamente após dois anos da sua premiação.

Vencedoras:

O presidente do Sebrae, Luiz Barretto, e a ministra de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, entregam prêmio para Cristiane Marcante de Caxias do Sul/RS

O presidente do Sebrae, Luiz Barretto, e a ministra de Políticas para as Mulheres, Eleonora Menicucci, entregam prêmio para Cristiane Marcante de Caxias do Sul/RS

Pequenos Negócios

Troféu Ouro – Viva Editora e Livraria – Maceió (AL)

Troféu Prata – Cristiane Marcante Decoração – Caxias do Sul (RS)

Troféu Bronze – Saber Centro de Educação Profissional – Concórdia (SC)

Produtora Rural

Troféu Ouro – Noilde Maria de Jesus – Brazlândia (DF)

Troféu Prata – Marlene Aparecida Machado Cruz – Carambeí (PR)

Troféu Bronze – Luena Maria Ferreira dos Santos – Coroa Vermelha (BA)

MEI

Troféu Ouro – Milena Curado de Barros – Goiás Velho (GO)

Troféu Prata – Germana Andréa Queiroz Oliveira – Monteiro (PB)

Troféu Bronze – Rita Fernandes Rosa Pacheco – Franca (SP)

Fonte: Sebrae

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s